.

The freewheeling

terça-feira, 22 de maio de 2012

II Anuário de Fanzines, Zines, e Publicações Alternativas


No inicio de 2012 foi lançado pela Ugra Press, o II Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas. Esse anuário consiste em um catálogo com (quase) todas as publicações independentes do ano de 2011, com cerca de 62 páginas e exatos 166 títulos resenhados (dentre eles o seila zines) e diversas entrevistas com vários zineiros. O anuário com certeza gera muita curiosidade e vontade de ter cada um desses fanzines. Muito bem elaborado tanto no sentido da pesquisa quanto no visual e graficamente falando, nem parece um trabalho independente, todo caprichado e feito com verdadeiro amor de um fanzineiro. Cada resenha é assinada por um dos organizadores, e o legal é que no começo do livro tem uma pequena apresentação de cada um dele com um e-mail, assim você pode trocar ideias e saber mais sobre os zines ou mesmo a Ugra Press.
 E após esse mega catálogo temos ainda alguns textos interessantes, um deles fala dos zines nas bibliotecas e nas telas, cita algumas zinotecas e alguns docs feitos pesquisando o mundo zinistico, em seguida também há uma matéria sobre os zines nas universidades, que cita alguns professores que trabalharam com os fanzines em sala de aula. Em seguida temos um mini-guia de eventos para que possa ser divulgado os zines, e por ultimo mas não menos importante temos um texto que fala da zinoteca ou melhor uma coleção de zines, que vale muito a pena dar uma conferida. Enfim, esse mega livro, e muito, muito bom custa apenas R$:15,00, a encadernação dele é feita a mão, assim como sua capa, então saiba que você estará adquirindo algo realmente único. Ou então faça o download em: Ugra Press" Sei Lá Zine: As três primeiras edições desse zine foram dedicadas à história "A Flor". Até a edição 6, Wallace manteve as histórias sempre ligadas ao amor e perdas. A partir da sétima edição, há um editorial maior, que explica melhor a proposta do zine e o autor aposta também em poesias, contos e fecha com chave de ouro com a crônica "Verdade" na edição de número 10, que é uma reflexão muito bacana principalmente para os zineiros que gastam muito para divulgar seu trabalho."



Nenhum comentário:

Postar um comentário